Onde os nossos livros se acabam…

ExposiçãoQuarta-feira Agosto 26
Livroas acabam


Onde?
Biblioteca Nacional
Campo Grande, nº 83
Ver Mapa
?When

Até 11 Set. | 2.ª - 6.ª: 09h30-17h30 | 14 Set. - 15 Out. | 2.ª - 6.ª: 09h30-19h30; Sáb: 09h30-17h30

?How Much

Gratuito



Onde?
Biblioteca Nacional
Campo Grande, nº 83
Ver Mapa
Quando?

Até 11 Set. | 2.ª - 6.ª: 09h30-17h30 | 14 Set. - 15 Out. | 2.ª - 6.ª: 09h30-19h30; Sáb: 09h30-17h30

How Much?

Gratuito

Já os Xutos diziam que gostavam de ter um avião para irem de Bragança a Lisboa mais rápido porque 9horas é muito tempo. Então o que dizer de ir da Europa ao Japão… durante o século XVI… num junco chinês. Certamente, quando lá chegássemos já o arroz do sushi estava frio e o sashimi estragado. Possivelmente, encomendas com entrega ao domicílio estavam fora de questão.

Mas foi assim que alguns portugueses chegaram, por volta de 1542-1543, à ilha de Tanegashina e onde se fixaram sobre terras nipónicas. Foi desta forma que a cultura europeia e japonesa começaram a sua fusão de sabores, experiências, hábitos, histórias e vidas. Desde então, europeus e japoneses, vivem uma história que nos é apresentada através de livros, cartas de padres jesuítas, mapas cartográficos, vistas de cidades, objetos e em tudo o mais onde seja possível deixar um fragmento desta “ponte” que une dois povos.

Em exibição na Biblioteca Nacional de Portugal e inserida no Projeto Interações entre Rivais: a Missão Cristã e as Seitas budistas no Japão durante a presença Portuguesa (c. 1549-c.1647), a exposição Onde os nossos livros acabam, ali começam os seus… recorda-nos que, apesar da heterogeneidade cultural e humana, fazemos todos parte da mesma Humanidade.