Terra, de Miguel Branco

ExposiçãoTerça-feira Fevereiro 4
terra-final


Onde?
João Esteves de Oliveira - Galeria de Arte Moderna e Contemporânea
Rua Ivens, 38
Ver Mapa
?When

Até 15 de Março. Segunda das 15h às 19h30m, terça a sábado das 11h às 19h30m.

?How Much

Entrada gratuita



Onde?
João Esteves de Oliveira - Galeria de Arte Moderna e Contemporânea
Rua Ivens, 38
Ver Mapa
Quando?

Até 15 de Março. Segunda das 15h às 19h30m, terça a sábado das 11h às 19h30m.

How Much?

Entrada gratuita

Algures em 1987, ao misturar tintas sobre uma tábua de madeira, Miguel Branco reparou em certas figuras que se formavam espontaneamente na matéria dos pigmentos. A superfície assim carregada de cores, em estado bruto, só tatuada por figuras isoladas e estranhas, sem narrativa ou contexto, definiria a ideia de fulgor material de que os seus trabalhos ainda hoje vivem. A esta dimensão de incontextualidade, une-se um uso de técnicas e de materiais que é ao mesmo tempo contemporâneo (porque faz uso das mais recentes tecnologias de tratamento de imagem) e tradicional (na medida em que adopta métodos que fazem parte da tradição da história da arte ocidental). Ena. Para viajar no tempo e no espaço, escolho sempre um piloto deslocado, fortuito, acidental. A não perder, para nos perdermos. Inês Alvim