Trocava a Minha Fama Por uma Caneca de Cerveja

TeatroSegunda-feira Julho 18
shakespeare


Onde?
Teatro São Luíz
Rua António Maria Cardoso, 38
Ver Mapa
?When

Até 23 Jul.| 2.ª - Sáb: 13h

?How Much

5€ - 12€ (com almoço)



Onde?
Teatro São Luíz
Rua António Maria Cardoso, 38
Ver Mapa
Quando?

Até 23 Jul.| 2.ª - Sáb: 13h

How Much?

5€ - 12€ (com almoço)

Shakespeare morreu há, literalmente, séculos, e continua tão vivo como nunca. Ou mais, aquando dos 400 anos da sua morte, marco que invoca inúmeras celebrações. Que fenómeno é este que faz com que por todos os cantos do mundo continuemos a louvar os monumentos teatrais deste dramaturgo inglês e a adaptá-los com tamanha frequência? As suas peças abrangem todo o espectro de emoções humanas e Shakespeare reinventa-se uma e outra vez, e readaptamo-lo uma e outra vez.

A sua obra reafirma assim esta sua resistência ao tempo no festival Glorioso Verão, onde a vemos por vários prismas. E um dos espectáculos a ver é este Trocava a Minha Fama Por uma Caneca de Cerveja, onde a intenção é servir as palavras de Shakespeare: “são a senha e contra senha, na fila para a ração do dia”. Ricardo III, Hamlet ou Lady Macbeth são alguns dos convidados deste “banquete”, dentro da tenda montada no Jardim de Inverno.

À entrada, o público recebe uma senha para uma pequena refeição, e ouve-se falar de abundância, pobreza e guerra – E não é qualquer criação um acto revolucionário? “Partimos daqui, conscientes de que a guerra prossegue independentemente dos olhos. Conscientes de que Shakespeare pode ser revolução, comida e pólvora.” É uma espécie de banquete dos pobres, enquanto chovem granadas. “Ricardo III tem granadas. Lady Macbeth tem granadas. Hamlet e a mãe do Hamlet têm granadas. E o dia prossegue. Entre mortos inventados.” Para estômagos fortes, e para saciar bem antes do fim da temporada.