Inspiração

100 Lisboetas que tens de conhecer!

#14 – Ana Luísa

 Foto: Marta José

 Ana Luisa, 29 anos (acabadinhos de fazer!), nascida em Lisboa, criada nos Açores e no Algarve. Com morada na capital há 10 anos e com o coração e a mente bem assentes nesta cidade da sua vida. Teve moradas anteriores em Itália, Suíça e EUA. Fotógrafa, videógrafa, blogger, guia na We Hate Tourism Tours, bichinho carpinteiro. Em breve casada com o melhor amigo. Uma mulher cheia de vida, com um coração enorme e uma mente sempre a mil, cheia de projectos e coisas boas que nascem das suas mãos.

Diz-me quem é a Ana Luísa vista de fora?
É sempre complicado responder a isto, mas é-me dito que sou aventureira, sem medo de arriscar, empreendedora, sempre enfiada no trabalho. Eu, cá dentro, vejo-me a dar muitos saltos para o desconhecido e fora do normal, sim, mas tenho sempre uma boa dose de miúfa pelo meio. Tento só não me deixar levar pelos “e ses”, e depois logo se vê no que dá.
Tenho a sorte de poder dizer que estou a criar a vida que sempre quis e que os planos para me manter feliz durante esta caminhada ainda nem a meio chegaram. Muitos perguntam-me “quando é que assentas? Quando é que passas a fazer só uma coisa?”. Eu respondo: “Não sei”. A fazer só uma coisa de que gosto, deixo outras mil de parte… E isso faz-me infeliz. Sou uma menina que não tem tempo para nada… E por vezes falho com jantares fora e encontros de amigos. Sim, sou workohólica por natureza.

És alfacinha de berço, com devoção ou por convicção?
Os três. Nasci na Almirante Reis, perto já do Martim Moniz! Defendo a minha cidade com unhas e dentes e não tenho dúvidas de que está entre as melhores do mundo.

P​orque achas que foste escolhida para esta lista de 100 Lisboetas que todos devem conhecer?
Esta então deve ser das perguntas mais difíceis de responder! Não te sei dizer… Mas é uma honra! Obrigada! Esta é uma oportunidade única e muito especial para poder divulgar o meu trabalho.
Antes de mais, tudo começou com o Doce para o meu Doce, o meu blogue. Aquilo que era suposto ser um blogue de receitas, rapidamente se tornou num pequeno diário das minhas aventuras enquanto desempregada e a tentar criar o meu próprio trabalho e alegria. O blogue cresceu nestes últimos dois anos com o apoio de milhares de leitores que sempre me deram força e que me disseram estar inspirados com o meu precurso. (Obrigada!!!)
Assim, foi no Doce que lancei a Luisa Starling, o meu projecto de vídeo e fotografia romântica que conta já com dois anos de existência, muitos trabalhos e muita felicidade. Ao começar a trabalhar num espaço de Cowork, conheci pessoas interessantíssimas e nasceram a Giggles e a Dream and Star, nas quais sou Co-fundadora. Por fim, e porque adoro MESMO Lisboa, juntei-me à super team da We Hate Tourism Tours e faço passeios aos turistas que querem conhecer a nossa cidade.
Gosto de tudo o que faço. Gostava que o meu dia tivesse 48 horas, para me poder meter em mais coisas.

Qual foi a pior ideia que tiveste até hoje?
Aos 14 anos deixei que me dessem choques na cara (dados por uma esteticista) para me curarem o acne . Na faculdade ainda estava cheia de borbulhas e com a pele a arder.

Que projectos estás a cozinhar neste momento no teu forno encefálico?
Uma mega viagem na carrinha que comprámos à We Hate Tourism Tours. Queremos tirar os lugares de trás e transformar o espaço livre na nossa nova casa com rodas. Trazer os gatos connosco e partir. Pelo meio dessa viagem… Andamos a planear muitos segredos giros!

Há algum segredo que falte revelar sobre ti?
Sim há: Eu nasci homem. Hahahaha! Estou a gozar.
Mas conto-vos que tenho algum OCD no que toca a rituais antes de dormir: Espreito sempre debaixo da cama e nunca durmo com o guarda-fatos por fechar. As portas entreabertas dão-me arrepios.

Gostas de alfaces?
Sou vegetariana. ADORO alface!

Para ti Lisboa é…
Luz, flores, brilho, casa.

Revela-nos qual a tua 2ª cidade, a seguir a Lisboa, obviamente!
Nova Iorque.

Se fosses Presidente da Câmara Municipal de Lisboa, qual a tua primeira medida?
Anunciava o fim da Emel.

O que gostarias de ver em Lisboa na próxima semana, no próximo mês e no próximo ano?
Muito sol!

Lisboa tem prazo de validade?
Nunca, e tirando os preços para turistas aplicados aos locais, acho que está cada vez melhor.

Qual é a primeira coisa em que pensas quando regressas a Lisboa?
Não importa o trânsito, não importa a confusão, não te troco por nada, minha rica Lisboa!

Se Lisboa fosse um ideia por concretizar, o que seria?
Uma startup cheia de vontade de vingar.

Sugere-nos outras pessoas dignas da referência “100 Lisboetas que tens de conhecer!”.
O Alexandre (Miguel) Pereira, por ser o melhor técnico de som do mundo. É o único que conheço que nunca enviou um CV na vida e está sempre cheio de trabalho nacional e internacional. Faz concertos ao vivo, programas de TV, novelas, masteriza albuns e vai-se casar comigo. Hahahah!
A Susana do projecto Feliz é Quem diz por ser uma empreendedora nata, criativa, talentosa e amorosa;
A Maria Midões pela inspiração, fotos maravilhosas e espírito lutador;
O André Casado da IAMIN, por ser tão novo mas com um precurso tão notável dentro da área da comunicação digital. Tem 27 anos e já é professor na Universidade Católica!
O Miguel Azevedo Peres, por ter aberto o seu próprio restaurante em Campo de Ourique e estar a ter um sucesso sem fim ao concretizar o seu grande sonho.