5 Coisas que Aprendi com a Maternidade

No ano passado meti-me na loucura de ter um filho! O tempo passa, as amigas todas começam a ter crias e nós achamos que se calhar ter um pirralho/a a correr pela casa pode ser giro, afinal de contas estamos cá para propagar a linhagem e melhorar a espécie. E assim, sem sabermos muito bem ao que vamos decidimos ter um filho. Ora que belo 31 que nós fomos arranjar…

A verdade é que ninguém nos prepara para isto, de  sermos mães e pais de primeira viagem. Vendem-nos uns cursos de preparação para a coisa, falam sempre de coisas altamente técnicas (ex: rolhão mucoso, puerpério, mastites, etc…), quase sentimos que estamos a fazer um curso de preparação para pilotar um foguetão da NASA, mas ninguém nos diz aquilo que realmente importa saber. Para colmatar essa falha, aqui vão aquelas que eu considero as primeiras 5 lições essenciais da maternidade. E paternidade também, mas do ponto de vista feminino:

1. Aprenderás que todas as estratégias são válidas para conseguires dormir 10 minutos que seja – Toda a gente fala da importância de ter comida feita, de pedir ajuda aos familiares próximos, de não ter visitas logo no início; eu falo de subornar os avós para poderes dormir 1h seguida, de dares um biberão de leite extra à noite para que a criança durma mais um bocadinho, de pedires ajuda aos vizinhos para tratar de assuntos mundanos, de fazeres dos avós os maiores aliados. A verdade é que o cansaço vai levar-te a perceber como tinhas uma vida realmente boa antes de decidires ter filhos!

2. Aprenderás o real significado de não ter nada para vestir – A roupa de grávida fica larga e a roupa de não grávida ainda não serve. Seja porque estás a recuperar o peso anterior ou porque estás a dar de mamar e as mamas estão bastantes maiores e como tal nem toda a roupa funciona para o efeito, a verdade é que quase 80% do teu armário não vai funcionar nesta fase. Mas que mulher recusa uma boa desculpa para ir às compras, não é? A menos que ainda estejas a lutar para conseguir fazer cumprir o ponto anterior e como tal todo o tempo livre tenha como objectivo dormir um bocadinho!

3. Aprenderás a fazer caminhadas de obstáculos - Andar de metro implica haver um elevador ou rampa para subir com o carrinho, o eléctrico está vedado a bebés pequenos, já que é praticamente impossível subir os degraus com carrinho, alguns autocarros são tudo menos baby-friendly e andar a pé com os carros estacionados nos passeios, as árvores e os candeeiros nos passeios torna-se uma verdadeira aventura. A verdade é que no final de qualquer saída conseguirás sentir músculos que nem sabias que tinhas!

4. Aprenderás a fazer todas as tarefas habituais só com um braço – O outro geralmente estará ocupado a pegar na cria, a embalar o carrinho, a procurar a chupeta, a dar de mamar, a por a arrotar, a fazer gestos estúpidos que evitam uma gritaria ou birra, o que for. Tem cuidado e vai trocando de braço, senão um acabará muito mais musculado que o outro!

5. Aprenderás que o teu telemóvel será uma extensão natural do teu braço - Seja porque precisas de ver as horas, de controlar o tempo de alimentação do teu bebé, ir vendo o que acontece no mundo, falar com amigos, escrever coisas importantes que não te podes esquecer ou simplesmente ocupar o tempo enquanto o bebé dorme, a verdade é que não vais dar dois passos sem levar o smartphone atrás. Tem cuidado e não o leves acidentalmente contigo para o banho nem o deixes cair na sanita, isso seria o teu pior pesadelo dos próximos tempos, só comparável ao facto de não conseguires dormir!

Já tenho aqui mais umas duas ou três lições extra, a ver se consigo escrevê-las, assim que a cria o permita! E se tiverem mais aprendizagens que eu me tenha esquecido, por favor partilhem-nas comigo!