Inspiração

Luís Balancho

Designer, ilustrador e animador em stop motion, Luís Balancho é o nome responsável pela nossa capa desta semana, e que bonita que ela é. Descubram aquilo que o move e o que mais o inspira na nossa grande alface. Já agora, façam-lhe uma visita e apreciem o trabalho dele tanto como nós.

Explica-nos lá, por palavras, esta capa. O que lhe serviu de inspiração?
Esta “Casa Cheia de Gente” canta-nos sobre Lisboa, tradição, caminho e saudade. Inspirei-me, essencialmente, na minha chegada à cidade, no meu processo de adaptação e no meu “voo”.

Lisboa é/foi uma boa fonte de inspiração?
Claro! Sou sincero ao dizer que me “assustava” a ideia de vir para Lisboa, porque estava habituado ao quotidiano de Cuba (Alentejo), mas todos os seus lugares e costumes fizeram com que a minha arte e ideias evoluíssem.

Quem és e para onde vais?
Sou um viciado em criar e conceber ideias. Visto-me com elas, durmo com elas, fazem parte de mim, não me largam o dia inteiro! Quero muito vencer a batalha do tempo, para assim poder continuar a investir na minha grande paixão (além do Design, que é o foco da minha atividade profissional), o Stop Motion.

O que mais te agrada ilustrar?
Gosto de ilustrar sem limitações ou regras, no total improviso. Desenhar um rabisco e dali saírem coisas “monstras”.

Onde é que podemos encontrar mais exemplos do teu trabalho?
Podem ver alguns dos meus trabalhos aqui.

Para ti, que imagem/sensação melhor define Lisboa?
Saudade.

Descreve-nos um percurso, um bairro ou uma história engraçada sobre a cidade.
Logo quando cheguei, perto do Natal, o que mais me entusiasmou foi a música que havia no ar. Isso transmitiu-me uma alegria e um conforto incrível e fez-me sentir acolhido pelas pessoas, senti-me em casa.

Há algum destino/lugar dentro de Lisboa que seja só teu e que não resistas a partilhar?
Não tenho propriamente um lugar em particular, sinto fascínio pelo movimento e luz da cidade, porque em cada esquina surge uma ideia e em cada olhar uma mensagem. Os lugares não são só meus, só têm significado se forem partilhados com as pessoas certas, por isso não deixem de passar pelo Jardim da Gulbenkian ou assistir a um entardecer num qualquer miradouro com uma boa companhia.