Bloop Vinyl Shop

Place Loja
11416777_716233518487359_204345373_o


Onde?
R. Santos O Velho, nº 58
Ver Mapa
?When

2.ª - 6.ª: 15h-19h

?How Much



Onde?
R. Santos O Velho, nº 58
Ver Mapa
Quando?

2.ª - 6.ª: 15h-19h

How Much?

Se passaram pela Rua de Santos-O-Velho desde Abril, talvez tenham reparado numa porta simples por trás da qual se esconde o País das Maravilhas para os fãs de vinil. A Bloop Recordings realizou um sonho antigo que, na verdade, está nas raízes da sua existência e dos melómanos que a compõem: abrir uma loja de discos de vinil!

Nela tentam recriar as emoções de uma juventude passada a correr para a loja de discos favorita, no dia em que chegavam as caixas cheias de surpresas musicais. Quando o x-ato cortava a fita-cola, nunca se sabia muito bem que imagens e sons dali sairiam mas as borboletas no estômago faziam-se sempre sentir. E é essa ansiedade boa que a equipa da Bloop tenta criar e partilhar com aqueles que chama de colegas e amigos (e nunca meros ‘clientes’). Porque há algo que une quem por ali passa: o amor pela música, a que se gosta e a que se vai ali descobrir, seja música electrónica, hip-hop, funk ou disco e até alguns tesouros portugueses escondidos como Lena D’Água e António Variações. Nós vamos lá à procura do que há de novo e eles estão ansiosos pela oportunidade de nos surpreender com o que nem sabíamos que existia.

Mas o que torna esta loja diferente de outras do género? O facto de estar alicerçada na editora/produtora de eventos homónima torna possível uma dinamização original deste espaço, que passa, não só pela organização do ‘copo de fim de tarde’ (DJ sets pelos artistas da Bloop que mensalmente são também partilhados via streaming pelo Youtube, fazendo chegar essa experiência a fãs espalhados pelo país) mas também na oportunidade única de ires escolher discos acompanhado de alguns dos teus DJ’s favoritos como por exemplo, o Keasar, o Tiago Marques, o Cruz ou o Magazino. E vem aí uma oportunidade de fazer isso mesmo: na próxima noite de Santos Populares, a família Bloop vai estar por lá a dar música e dicas a quem por lá passar. Uma paragem obrigatória!

Basicamente, é o equivalente a uma loja de doces para quem as verdadeiras guloseimas se medem em polegadas e se consomem no aconchego sonoro do vinil.

E porque não deixamos de estar em Santos, onde tanto shot se bebeu em locais como As Vacas Loucas ou o Charlie Shot, todos os finais de tarde passa por lá o senhor da frutaria da rua para trocar frutas por um shot de Jägermeister. Vamos lá brindar com eles?